Se você é fã dos festivais de música e gosta dos looks de quem frequenta esses eventos, possivelmente se identifica com o estilo boho. Em alta por quase duas décadas, esse estilo tem uma história rica em referências de arte e moda, atravessando gerações desde o século passado.

Com peças leves, estampas versáteis e acessórios incríveis, ele é perfeito para quem precisa encarar o dia usando produções chiques e confortáveis, tanto que é o preferido de diversas atrizes e famosas, como Vanessa Hudgens, Alessandra Ambrósio e Kate Moss.

Aprenda como identificar e adotar o boho chic de uma vez por todas no seu armário!

A origem do estilo boho

A palavra boho é a junção de bohemian com Soho. Mais precisamente, vem de “Bohemian of Soho”, que foi um movimento de origem francesa, surgido na década de 20, composto por intelectuais que acreditavam na mistura da moda com a arte.

Em termos de vestuário, essa foi uma época de liberdade. As mulheres passaram a se vestir de forma mais confortável, sem a opressão dos espartilhos, optando por modelitos mais leves e largos, que não marcavam a cintura. A elegância era marcada pelos acessórios, como chapéus, colares de pérolas e faixas de cabeça.

Mas o estilo boho não se resume a isso. Cerca de quarenta anos depois, entre as décadas de 60 e 70, ele voltou a tomar força em Londres, no auge do movimento hippie e — mais uma vez — do crescimento de grupos sociais que usavam a moda para expressar a luta por liberdade.

Por fim, a cultura dos povos ciganos também agregou muito ao estilo, que já era associado à liberdade, vida leve e nômade e mistura de referências étnicas.

As peças do estilo boho e como usá-lo

O boho é uma mistura que expressa liberdade, referências culturais de diversos povos, vida leve e despretensiosa, sem deixar a elegância de lado.

Por isso suas peças principais são túnicas, saias e vestidos longos e fluidos, estampas pequenas, com temas florais ou étnicos, geométricos e coloridos. Seus tons remetem mais aos terrosos e às cores da natureza.

Você também pode investir em calças com modelagem flare, quimonos e coletes, em jeans, linho, algodão ou suede. Tecidos em seda e textura de pele de animais, como o couro, são outras marcas registradas do boho.

Nos acessórios, opte por chapéu de abas mais largas, brincos e colares com penas, sandálias de tiras ou botas sem salto. Faça um mix de itens mais sofisticados e outros mais descolados com pulseiras, anéis e relógios.

Os acessórios como diferencial do estilo boho

Como a maioria das peças de vestuário são simples e despojadas, cabe aos acessórios enriquecer as produções do boho chic. A mulher desse estilo está sempre com brincos, colares, anéis e pulseiras.

São itens que têm um aspecto artesanal, como aplicação de pedras e miçangas, couro e metais menos polidos. Outra característica é o hábito de misturar bem esses acessórios. Os colares, por exemplo, costumam ser longos e em camadas, compostas por um ou mais deles, cada qual com diversos pingentes e detalhes.

O mesmo acontece com as pulseiras, o que resulta em uma mistura ótima para aderir sem medo aos relógios de pulso. Aliás, eles são itens recorrentes no visual do estilo boho e podem ser usados de diversas maneiras.

Os relógios do estilo boho

Para combinar com o restante do look e ornar bem no mix de pulseiras, os relógios podem ser de diversos tamanhos e estilos. Dá para optar por versões maiores ou menores, com pulseiras em couro, silicone ou metalizadas.

O truque é escolher bem as cores das pulseiras e os temas dos mostradores. Dê preferência aos tons terrosos e discretos, como vinho, marrom, nude ou verde-escuro. No mostrador, temas florais, étnicos e geométricos combinam perfeitamente.

Reparou como é fácil aderir ao estilo boho? Ele tem essa história rica em referências de arte e moda, além de muitas opções de peças lindas e leves. O segredo é caprichar nos acessórios! Que tal aproveitar para dividir essas dicas com suas amigas que também amam moda? Compartilhe esse artigo nas suas redes sociais. Até mais!